Comece a pedalar

Como faz: para começar a treinar

Publicado em 12/02/16

comofaz5

Muitas meninas nos vêem pegando a estrada e querem começar a treinar para acompanhar os pedais. Então essa é uma pergunta recorrente que fazem pra gente, especialmente porque começamos a pegar estrada com bastante frequência há menos de um ano. Como faço para começar a treinar?

Você pode ser uma ciclista iniciante ou já ser iniciada na bike. Para começar a treinar o caminho será o mesmo: pedale. Pode parecer óbvio, mas a melhor coisa que qualquer ciclista iniciante pode fazer para se desenvolver é pedalar bastante.

Mas isso não significa pedalar rápido, se matar por aí. O início do treino é volume, ou seja, ir somando quilômetros de pedal.

Foi assim que começamos. A maior parte das meninas do grupo já usava a bike para se transportar, fazia passeios no fim de semana ou até já tinha feito cicloviagens. Mas ninguém tinha um preparo específico, ninguém tinha efetivamente treinado. Então acho que podemos falar que todas ali eram iniciantes nesse mundo dos treinos.

O objetivo era pedalar com frequência uma distância determinada, de modo contínuo e com uma boa cadência. E aos poucos ir intensificando, conforme o ritmo de cada uma permitisse.

Nossa frequência era de 3 vezes por semana, quando pedalávamos uma distância de 30km (são duas voltas na ciclovia da marginal pinheiros). A meta era desenvolver um ritmo constante: consolidar a cadência, sem oscilar a velocidade de giro do pedal. no começo não é fácil, mas aos poucos o corpo vai se acostumando.

Uma dica para esse começo é observar como ciclistas mais experientes pedalam e tentar acompanhar a forma e ritmo com que eles giram o pedal. Você pode fazer isso pedalando ao lado ou atrás de ciclistas experientes e tentar imitar os movimentos das pernas, seguir no mesmo ritmo. Você vai aprender muito sobre cadência se observar o modo como elas ou eles se movimentam.

Não é preciso uma velocidade alta. Apesar de ser a primeira medida que a gente usa pra avaliar o que estamos fazendo, o ideal nesse começo é não se prender muito à velocidade (e há muitos fatores que podem interferir nesse número, como o tipo de terreno que você está pedalando, inclinação, vento). Então uma boa medida é ir percebendo seu esforço, até porque dependendo do seu condicionamento você já conseguirá desenvolver uma velocidade maior.

Talvez um dos aprendizados mais importantes nesse começo é desenvolver o auto-conhecimento corporal. Até onde meu corpo aguenta? Que sinais ele me manda e que posso usar para ajustar meu treino? Consigo manter esse ritmo ou essa velocidade por quanto tempo? Consigo me esforçar mais ou minha respiração não permite?

Essas são questões mais importantes do que a velocidade máxima que você atingiu pois serão indicativos de quais caminhos seu treino terá de percorrer para você chegar ao seu objetivo (e sobre isso a gente vai falar em várias outras postagens). Esse exercício constante de auto-avaliação te transformará mais do que simplesmente seguir uma planilha e conseguir picos de velocidade alta em um treino de constância sofrível.

E pode acreditar: essa transformação é rápida. Com frequência de treinos e buscando a constância no giro, em pouco tempo você verá uma diferença enorme. Nesse tempo há um ganho de condicionamento e desenvolvimento da capacidade cardio-respiratória, além de criar intimidade com a bicicleta e até mesmo se acostumar a ficar cada vez mais tempo no selim.

Se for ultra-iniciante na bike, esse tempo também será bom para perder alguns medos, ganhar habilidades básicas como controle da bike, equilíbrio, tirar as mãos do guidão (tem que treinar tomar água, sinalizar), um mundo de coisas.

Então resumindo:

«« Quer começar? comece, pegue sua bike e vá. uma boa experiência no pedal pode te levar a lugares que você nem imagina.

«« Primeira meta? volume. vá aumentando a quilometragem, sem se preocupar tanto com a velocidade.

«« Regularidade? estabeleça um treino que caiba na sua agenda e cumpra. frequência e constância são essenciais.

«« Uma dica? observe ciclistas experientes, pedalando ao lado ou atrás delas ou deles. tente repetir seus movimentos.

«« Estou avançando? aprenda a ouvir seu corpo. preste atenção nos seus movimentos e nas suas reações. esse aprendizado é muito valioso para conseguir se desenvolver cada vez mais.

«« Está insegura? chame uma amiga ou um amigo ciclista para andar com você. passar um tempo com quem a gente gosta é uma das melhores coisas que esse tempo na bicicleta trás.

«« Está faltando amigas ciclistas? vem falar com a gente.